fbpx

Alta no preço dos remédios: saiba como driblar o aumento

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print
Remédios
Foto: Pexels

O reajuste de medicamentos começou a valer no primeiro dia de abril e o acréscimo será de até 10,89%

 

No dia 1º de abril, em publicação no Diário Oficial, a Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED), órgão interministerial associado à Anvisa, anunciou a autorização do reajuste anual nos preços dos medicamentos de até 10,89%. Esse aumento leva em consideração a inflação e outros indicadores atrelados ao setor.

Nesse movimento, os remédios tendem a ficar mais caros nas farmácias de todo o Brasil. E vale dizer que o aumento engloba desde remédios que não exigem receita até aqueles cujo uso é controlado.

Em comparação ao ano passado, 2021, o limite de aumento foi de até 10,06%, valor do Índice de Preços do Consumidor Amplo (IPCA). Logo, o novo reajuste apresentou um crescimento superior a 0,80%, acima da inflação do período anterior.

Entretanto, ainda que pareça que tudo ficará mais caro, tenha calma. Na realidade, isso não significa dizer que todos os remédios terão o mesmo aumento. O reajuste indica o valor máximo de cada medicamento, até porque as farmácias não podem cobrar valores acima do teto de cada um.

O que fazer diante desse aumento nos remédios?

Ainda que pareça difícil encontrar uma saída para uma alta como essa, a dica é sempre a mesma: economizar. Infelizmente, não será possível fugir de algum gasto maior, mas é possível encontrar alternativas para proteger o bolso de alguma forma.

Pensando nisso, separamos quatro dicas do que pode ser feito. Confira!

  1. Pesquise sempre!

Mesmo que você tenha uma farmácia de preferência, perto de casa ou que já esteja acostumado a comprar, que tal diversificar procurando a mais em conta?! Lembre-se de que o preço do mesmo remédio pode variar de um estabelecimento para o outro.

Ah! E não importa o tamanho do desconto, afinal, no somatório dos itens ele pode dar uma boa diferença no orçamento.

  1. Use e abuse de programas de fidelidade

Atualmente, inúmeras farmácias oferecem programas de fidelidade e até mesmo descontos para diferentes planos de saúde e laboratórios. Essa pode ser uma maneira de conseguir aquele desconto que faz toda a diferença no valor total.

  1. Opte por medicamentos genéricos

Quem nunca comparou o preço de um remédio de nome comercial e um genérico e se assustou com a diferença de preço?! Pois é, apesar do genérico ter a mesma substância ativa, forma farmacêutica, dosagem e a indicação farmacológica do outro, ele costuma apresentar preços inferiores.

Portanto, que tal dar preferência a eles?! Pode ser uma maneira de ver alguma economia no fim das contas.

  1. Recorra a medicamentos gratuitos pelo SUS

Por fim, é importante lembrar que o Sistema Único de Saúde, popularmente conhecido como SUS, oferece alguns remédios gratuitamente para a população.

Para ter acesso a eles, é preciso ir até uma Unidade Básica de Saúde (UBS) ou farmácia que participe do programa ‘Aqui tem Farmácia Popular’ e apresentar a receita médica junto de um documento oficial com foto.

Viu só como é possível encontrar alternativas para proteger o seu bolso?! Agora é só colocá-las em prática!

Quer saber mais sobre investimentos?

Você pode gostar
Empreendedorismo: 3 dicas para formalizar o seu negócio
Com o início da pandemia da Covid-19, iniciada em 2020, muitos brasileiros se encontraram sem seus trabalhos...
Ganhei na Mega-Sena: quanto tenho que pagar de imposto?
Ganhar na Mega-Sena é o sonho de muita gente. Afinal, os valores costumam ser na casa das dezenas ou...
BlackRock: as 4 tendências que podem fazer o mercado de ETFs triplicar
A indústria global de ETFs (Exchange Traded Funds) está a caminho de triplicar de tamanho. Se há vinte...
Inflação medida pelo IGP-10 em maio vem menor que mediana com deflação no atacado de agropecuários
O Índice Geral de Preços – 10 (IGP-10) desacelerou a +0,10% em maio, após ter aumentado +2,48%...
Navegue pelo site
Siga nas redes sociais
Cadastre-se na Newsletter

O portal www.aprendaainvestir.com.br é de propriedade BANKRIO FINANCIAL HOLDING LTDA (CNPJ/MF nº 33.935.936/0001-63). Apesar da empresa estar sob o controle comum, os executivos responsáveis tecnicamente são totalmente independentes, sendo que estes na função da execução de suas atividades não exercem nenhuma atividade conflitante. Desta forma, os conteúdos vinculados no site são de caráter exclusivamente informativo, não sofrendo, de qualquer aspecto, influência de decisões comerciais e de negócios de outras sociedades, sendo os mesmos produzidos de acordo com o juízo de valor e as convicções da equipe técnica. Ao preencher algum formulário, você aceita compartilhar os seus dados de contato com as empresas controladas pelo grupo.

© 2021 | Todos os direitos reservados