fbpx

B3: Total de investidor Pessoa Física cresce 43% no 1º semestre

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print
B3: Total de investidor Pessoa Física cresce 43% no 1º semestre

(Por Bruna Camargo) – O número total de investidores Pessoa Física na Bolsa brasileira bateu 3,8 milhões de contas (investidor na corretora) – sendo 3,2 milhões de CPFs – no primeiro semestre de 2021, um aumento de 43% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo dados da B3.

Desde o início de 2020, o crescimento se mantém constante em aproximadamente 500 mil novos investidores por semestre.

O valor em custódia investido em Renda Variável alcançou R$ 545 bilhões, 55% a mais que o registrado no mesmo período de 2020. Já o volume de negócios diários em Renda Variável subiu 26%, totalizando R$ 14 bilhões.

Segundo a análise da B3, a média de investidores que fazem ao menos um negócio no mês chegou a 1,5 milhão no primeiro semestre de 2021.

Os investidores têm começado com valores cada vez mais baixos. Em junho de 2021, 42% dos entrantes investiram até R$ 200, sendo a mediana do primeiro investimento em R$ 352, ante R$ 985 em 2020.

“O mito de que é preciso muito dinheiro para começar a investir caiu”, afirmou Felipe Paiva, diretor de Relacionamento e Pessoa Física da B3, em coletiva de imprensa na tarde de quarta-feira (11).

 

Posições em ETFs e BDRs avançam

A análise da B3 indica crescimento da posição dos investidores nos principais produtos no 1º semestre de 2021 ante 2020. São 2,8 milhões de CPFs (+38%) e R$ 436 bilhões (+58%) em custódia em ações à vista e 1,4 milhão de CPFs (+56%) e R$ 90 bilhões (+37%) em custódia em Fundos Imobiliários.

A porcentagem é ainda maior em relação aos Fundos de Índice (ETFs) e recibos de ativos estrangeiros listados no Brasil (BDRs). São 439 mil CPFs (+104%) e R$ 90 bilhões (+49%) em custódia em ETFs e 259 mil CPFs (+2.982%) e R$ 4,7 bilhões (+829%) em custódia em BDRs.

“O crescimento de ETFs nos Estados Unidos e na Europa já aconteceu, mas foi gradual e durante décadas. No Brasil foi acelerado”, destaca Paiva. Ele conta que o interesse em produtos expostos às criptomoedas foi um dos impulsionadores.

“Já os números dos BDRs mostram que foi muito interessante trazer essa nova alternativa de investimento para a Pessoa Física”, diz Paiva, acrescentando que as grandes empresas americanas de tecnologia são as mais procuradas.

Segundo a análise da B3, os investidores têm diversificado mais seu portfólio. O comparativo mostra que, em 2016, 76% dos CPFs investiam somente em Ações; em junho de 2021, o número caiu para 50%. Ainda, o levantamento revela que há pouca diferença na diversificação entre investidores homens e mulheres. “Se há oferta, as pessoas diversificam”, afirma Paiva.

 

Homens são 71%, mas mulheres entram com mais dinheiro

Os investidores da B3 ainda são majoritariamente homens (71%), mas, historicamente, ainda são as mulheres que entram na Bolsa com valores maiores. Em junho de 2021, a mediana do primeiro investimento delas foi de R$ 481 enquanto o deles foi de R$ 303.

A maior parte dos investidores (50%) entra na Bolsa na faixa etária de 25 a 39 anos, faixa que também representa a maioria (48%) dos 3,2 milhões de CPFs. Em seguida há as pessoas de 40 a 59 anos (29%), maiores de 60 (11%), entre 19 e 24 anos (10%) e menores de 18 (1%).

A região Sudeste concentra a maior parte dos investidores (1,9 milhão), porém, as demais regiões têm apresentado maior aumento relativo na comparação entre 2018 e 2021. As regiões Norte e Nordeste cresceram 575% e 486%, com 94 mil e 369 mil investidores, respectivamente. “Vemos uma tendência de regionalização”, destaca Paiva.

Quer saber mais sobre investimentos?

Você pode gostar
Ajuste no teto do faturamento de MEI's é votado no Planalto
No dia 21 de junho, foi votado e aprovado pela Comissão de Finanças e Tributação, o Projeto de Lei Complementar...
Milionários na Poupança: pesquisa mostra que há 24 mil cadernetas com mais de R$1 milhão
Em pleno 2022, a Caderneta de Poupança segue sendo tradicional e queridinha dos brasileiros. Ainda que...
Copom eleva a Selic de 12,75% para 13,25% ao ano
Apesar do cenário desafiador nas frentes inflacionária, externa e fiscal, o Comitê de Política Monetária...
Fed eleva taxa de juros dos EUA em 0,75 ponto, maior aumento desde 1994
O Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) do Federal Reserve (Fed, o Banco Central...
Navegue pelo site
Siga nas redes sociais
Cadastre-se na Newsletter

O portal www.aprendaainvestir.com.br é de propriedade BANKRIO FINANCIAL HOLDING LTDA (CNPJ/MF nº 33.935.936/0001-63). Apesar da empresa estar sob o controle comum, os executivos responsáveis tecnicamente são totalmente independentes, sendo que estes na função da execução de suas atividades não exercem nenhuma atividade conflitante. Desta forma, os conteúdos vinculados no site são de caráter exclusivamente informativo, não sofrendo, de qualquer aspecto, influência de decisões comerciais e de negócios de outras sociedades, sendo os mesmos produzidos de acordo com o juízo de valor e as convicções da equipe técnica. Ao preencher algum formulário, você aceita compartilhar os seus dados de contato com as empresas controladas pelo grupo.

© 2021 | Todos os direitos reservados