fbpx

Boletim Focus: estimativa para a Selic no fim de 2021 permanece em 9,25% ao ano

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print
Boletim Focus
Foto: Pexels

Apesar de nova deterioração das expectativas da inflação oficial em 2021 e 2022, com a mediana para o ano que vem já no teto da meta (5,00%), os economistas do mercado financeiro mantiveram a projeção para a taxa básica de juros da economia no fim de 2021 e 2022, em 9,25% e 11,25%, conforme o Relatório de Mercado Focus.

Há um mês, as medianas eram de 9,25% e 10,25%, respectivamente.

Considerando apenas as 35 respostas nos últimos cinco dias úteis, a expectativa para a Selic no fim de 2021 também permaneceu em 9,25%. Já para 2022, a mediana passou de 11,25% para 11,75%, considerando as 35 atualizações dos últimos cinco dias úteis.

Nos eventos da semana passada, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, evitou responder enfaticamente se o plano de voo do Comitê de Política Monetária (Copom) segue em um ritmo de alta de juros de 1,50 ponto porcentual.

Ele disse que um processo de alta de juros pode incorrer em dois erros: subir demais e trazer o risco de um processo de “overkill” da atividade econômica, ou ir lento demais e levar a um risco de desancoragem mais definitiva.

“O BC entende que precisa fazer trabalho, senão custo é muito maior depois”, disse, sem também especificar se a autarquia ainda mira a meta de inflação de 2022.

No Boletim Focus, o cenário para a taxa básica de juros da economia foi mantida para os anos seguintes. A estimativa do Focus para a taxa Selic no fim de 2023 continuou em 7,75%, ante 7,25% há quatro semanas. Para 2024, ficou em 7,00%, ante 6,75% de um mês atrás.

 

Projeção para IPCA de 2022 no Focus sobe de 4,96% para 5,00%, já no teto da meta

A mediana apurada no Relatório Focus para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), o indicador de inflação oficial, de 2022 já se encontra no teto da meta a ser perseguida pelo Banco Central, de 5,00%, sinalizando alto risco de descumprimento do objetivo pelo segundo ano consecutivo.

A previsão subiu de 4,96% para 5,00%, o 19º aumento consecutivo. Há um mês, a previsão era de 4,55%.

Considerando as 42 respostas nos últimos cinco dias úteis, a expectativa para o IPCA de 2022 já supera a banda superior da meta do ano que vem, subindo de 5,00% para 5,15%.

Para 2021, a mediana também seguiu sua escalada, passando de 10,12% para 10,15% – a 34ª alta seguida – e já supera em quase 5 pontos porcentuais o teto da meta deste ano (5,25%).

A estimativa era de 9,17% há quatro semanas. Nos últimos cinco dias úteis, foram feitas 42 atualizações, com a previsão mediana avançando de 10,16% para 10,19%.

O Relatório também vem mostrando sinais de desancoragem em horizontes mais longos.

Nesta semana, a expectativa para o IPCA em 2023 seguiu em 3,42%. Da mesma forma, para 2024, a mediana permaneceu em 3,10%. Há quatro semanas, essas projeções eram de 3,27% e 3,07%, respectivamente.

A meta para 2023 é de inflação de 3,25%, com margem de 1,5 ponto (de 1,75% a 4,75%). Já para 2024 o objetivo é de 3,00%, com margem de 1,5 ponto (de 1,5% para 4,5%).

No comunicado do Comitê de Política Monetária (Copom) de outubro, o BC atualizou suas projeções para a inflação com estimativas de 9,5% em 2021, 4,1% em 2022 e 3,1% em 2023.

 

IGP-M desacelera a 0,02% em novembro após alta de 0,64% em outubro

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) avançou 0,02% em novembro, após alta de 0,64% em outubro, informou nesta segunda-feira, 29, a Fundação Getulio Vargas (FGV). O resultado ficou abaixo do piso da pesquisa Projeções Broadcast, que indicava alta de 0,15% para o indicador. A mediana era de 0,30%.

A inflação acumulada em 12 meses pelo IGP-M desacelerou de 21,73% para 17,89%, também abaixo do piso da pesquisa Projeções Broadcast, de 18,04%. A mediana era de 18,24%.

Com o resultado de novembro, o IGP-M acumulado em 12 meses fica abaixo de 20% pela primeira vez desde setembro de 2020 (17,94%). O índice acumula alta de 16,77% em 2021.

Aberturas

A desaceleração do IGP-M foi puxada pelo Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA-M), que teve deflação de 0,29% no mês, após alta de 0,53% em outubro. O índice de preços no atacado acumula inflação de 19,43% em 2021 e de 20,51% nos 12 meses encerrados em novembro.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC-M) desacelerou de 1,05% em outubro para 0,93% em novembro. A inflação ao consumidor em 2021 está em 8,41%, enquanto a taxa acumulada em 12 meses atingiu 9,73%.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC-M) desacelerou de 0,80% em outubro para 0,71% em novembro, conforme já havia sido divulgado pela FGV na última quinta-feira, 25. O indicador acumula alta de 13,68% em 2021 e de 14,69% em 12 meses.

 

Previsão para câmbio de 2022 fica em R$ 5,50 no Focus do BC

O Relatório de Mercado Focus, divulgado nesta segunda-feira pelo Banco Central (BC), trouxe manutenção no cenário da moeda norte-americana em 2021 e 2022. A mediana das expectativas para o câmbio no fim de período este ano permaneceu em R$ 5,50, mesma cotação de um mês atrás.

Para 2022, a estimativa para o câmbio também ficou em R$ 5,50, de R$ 5,50 há quatro semanas.

A projeção anual de câmbio publicada no Focus passou a ser calculada com base na média para a taxa no mês de dezembro, e não mais no valor projetado para o último dia útil de cada ano.

A mudança foi anunciada em janeiro pelo BC. Com isso, a autarquia espera trazer maior precisão para as projeções cambiais do mercado financeiro.

Quer saber mais sobre investimentos?

Você pode gostar
Temporada de balanço: confira o calendário da divulgação de resultados
A partir da primeira semana de fevereiro, as empresas listadas no Novo Mercado da Bolsa de Valores de...
IPOs cancelados em 2022 chegam a 12 com desistência de Madero e Ish Tech
Madero e ISH Tech são as mais recentes empresas a desistirem dos planos de abrir capital na Bolsa de...
Com aporte mínimo de R$100, XP e Rico lançam Fundo focado no metaverso
O metaverso, ecossistema de realidade virtual, é uma das apostas para o futuro tecnológico. Os investidores...
Boletim Focus: IPCA para 2022 sobe de 5,09% para 5,15%
A mediana apurada para o IPCA, o índice de inflação oficial, de 2022 avançou pela segunda semana seguida...
Navegue pelo site
Siga nas redes sociais
Cadastre-se na Newsletter

O portal www.aprendaainvestir.com.br é de propriedade BANKRIO FINANCIAL HOLDING LTDA (CNPJ/MF nº 33.935.936/0001-63). Apesar da empresa estar sob o controle comum, os executivos responsáveis tecnicamente são totalmente independentes, sendo que estes na função da execução de suas atividades não exercem nenhuma atividade conflitante. Desta forma, os conteúdos vinculados no site são de caráter exclusivamente informativo, não sofrendo, de qualquer aspecto, influência de decisões comerciais e de negócios de outras sociedades, sendo os mesmos produzidos de acordo com o juízo de valor e as convicções da equipe técnica. Ao preencher algum formulário, você aceita compartilhar os seus dados de contato com as empresas controladas pelo grupo.

© 2021 | Todos os direitos reservados