fbpx
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Índice do artigo

Como funciona a poupança
Foto: Freepik

A poupança é um investimento popular dos brasileiros. De acordo com os dados divulgados pelo Banco Central, o montante total de capital investido em setembro de 2020 bateu uma marca história de R$ 1,002 trilhão. Isso comprova que a caderneta de poupança é o investimento queridinho por aqui 

A seguir, vamos entender o que é a caderneta de poupança, como funciona e porque você deveria migrar para outra opção de investimento. Confira! 

O que é a poupança? 

Criada por Dom Pedro II em 1861, a poupança é o investimento mais tradicional no Brasil. Isso porque, segundo uma pesquisa da ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), 85% dos investidores aplicam recursos na conta poupança. O que representa um número superior a 62 milhões de brasileiros. 

É um investimento de renda fixa e, por isso, permite certa previsibilidade quanto a rentabilidade da aplicação. Na maioria dos bancos há a possibilidade de abrir uma conta poupança e, dependendo da instituição financeira, não existe valor mínimo para o aporte inicial. Depois de aberta, o investidor está livre para depositar a quantidade de dinheiro que quiser nela.  

A caderneta de poupança oferece uma altíssima liquidez, ou seja, o investidor pode retirar o capital aplicado no momento em que precisar dele. Basta transferir da conta poupança para a conta corrente ou retirar no caixa eletrônico com o cartão de débito do banco em que a poupança foi criada. 

Como funciona a poupança? 

A partir do momento em que uma pessoa abre a conta poupança ela pode realizar os depósitos de acordo com o seu interesse. Vale lembrar que o rendimento da poupança não é diário, ele é mensal para os investidores pessoas físicas (CPF) e trimestral para pessoas jurídicas (CNPJ). 

O chamado aniversário da poupança é o que determina o rendimento. Isto é, o recurso depositado no mês só apresentará rendimento 30 dias após o depósito. Logo, para ter acesso a ele é importante aguardar esse tempo. No caso da poupança de pessoa jurídica, o tempo de rentabilidade sobe para 90 após a data do depósito.  

Rendimento da poupança 

O rendimento da poupança é padronizado pelo mercado, ou seja, independente da instituição financeira que o investidor optou por abrir a conta, o valor será igual. Para os depósitos feitos a partir de 04 de maio de 2012 até hoje, a rentabilidade da poupança funciona de duas maneiras: 

Taxa SELIC abaixo ou igual a 8,5% ao ano = rendimento de 70% da SELIC + TR*   

Taxa SELIC acima de 8,5% ao ano = rendimento de 0,5% ao mês + TR* 

*TR = Taxa Referencial usada como valor de referência para o cálculo de rendimento de alguns investimentos. Ela impacta diretamente em algumas aplicações mais populares no Brasil, como a caderneta de poupança, na forma de indexador. 

Cenário atual da poupança – 2020 

Hoje, 15 de dezembro, a poupança está rendendo por volta de 1,4% ao ano, mais ou menos 0,11% ao mês. E a projeção da inflação para 2020 é de 3,6%. 

Exemplo genéricoBaseado no rendimento apresentado, se uma pessoa tivesse aplicado no começo do ano R$ 1.000, teria hoje na poupança próximo ao valor de R$ 1.014. Dessa forma, o rendimento em juros desse investimento seria de 14 reais. 

Quando olhamos para poupança como um investimento, principalmente no quesito rentabilidade, este ano ela ofereceu rentabilidade menor que a inflação oficial IPCA, fazendo com que o investidor perdesse dinheiro na prática. 

Inflação X Poupança 

poupança render menos que a inflação configura um problema para os investidores que continuam com o objetivo de aplicar todos os seus recursos nesse investimentoE engana-se quem pensa que o prejuízo está atrelado apenas a rentabilidade. Esse declínio dos ganhos leva a perda do poder de compra.  

Mas como isso acontece? 

Quando a inflação sobe, o preço dos produtos e serviços aumenta e o consumidor sente os impactos direto no bolso. Isso porque ele passa a gastar mais dinheiro para manter o mesmo padrão de vida, como por exemplo em alimentação, transporte, habitação e outras coisas. Mas se não há dinheiro suficiente para sustentar os gastos mensais, ele começa a riscar diversos produtos e serviços da sua lista e passa a dar prioridade aos mais necessários. Logo, fica nítido que o dinheiro perde o valor e o consumidor tem seu poder de compra completamente refém das altas da inflação. 

Os investimentos no mercado financeiro ajudam a proteger os investidores da inflação. Mas quando a maioria da população brasileira investe na poupança, que tem os rendimentos cada vez mais baixos, o dinheiro vale menos com o passar do tempo. E com a perda do poder de compra, a economia sofre e isso faz com que ela não gire positivamente como deveria. 

Portanto, a poupança está guardando o seu dinheiro, mas você não está investindo, porque a rentabilidade dela tem sido muito pequena, as vezes negativa quando descontada inflação 

Taxas e impostos  

A poupança é isenta de custos e a cobrança de taxas ou tarifas é proibida. Esse é um dos motivos pelo qual os brasileiros procurem tanto essa modalidade para aplicar seus recursos. Além de ser um investimento fácil, essa rentabilidade não tem Imposto de Renda para os investidores pessoas físicas. 

É importante ressaltar que, apenas o investidor pessoa física não paga imposto na conta poupança, o que não é o caso dos investidores pessoas jurídicas. Os portadores de CNPJ pagam um imposto de 22,5% sobre o rendimento da poupança. 

Fundo Garantidor de Créditos 

A caderneta de poupança conta com a proteção do FGC (Fundo Garantidor de Créditos). Isto é, se um investidor tem uma aplicação de até R$ 250 mil no seu CPF, e em caso de fechamento ou falência da instituição financeira escolhida, ele possui uma cobertura total do valor investido. 

Investimentos mais rentáveis que a poupança 

Existem alguns investimentos mais seguros, acessíveis e com uma rentabilidade maior que a oferecida pela caderneta de poupança. Alguns deles são:  

  • CDB (Certificado de Depósito Bancário) que possua liquidez diária e rendimento de mais de 100% do CDI (Certificado de Depósito Interbancário); 
  • LC(Letras de Crédito Imobiliário); 
  • LCA (Letras de Crédito do Agronegócio); 
  • Fundo de investimento que tenham prazos de resgate curtos, como D+0 (resgate no mesmo dia) e D+1 (resgate um dia útil após o pedido). 

Conclusão 

Depois de compreender sobre a poupança e o seu funcionamento, a dica que te damos é: pesquise um pouco mais, compare outras modalidades de investimento financeiro antes de colocar todo o seu capital nela. E claro, se o que você busca é uma boa rentabilidade, o seu lugar não é na poupança. 

Quer saber mais sobre investimentos?

Você pode gostar
Milionários na Poupança: pesquisa mostra que há 24 mil cadernetas com mais de R$1 milhão
Em pleno 2022, a Caderneta de Poupança segue sendo tradicional e queridinha dos brasileiros. Ainda que...
Caí no golpe do PIX: e agora?
O PIX foi criado em novembro de 2020 e rapidamente caiu no gosto dos brasileiros. Mais de 1 bilhão de...
Planejamento financeiro tem de ser feito de acordo com sua realidade
As redes sociais TikTok, YouTube e Instagram invadiram a vida das pessoas. Porém, essas ferramentas e...
Conheça a empresa Arezzo
Calçados e acessórios são febres entre o público feminino, e há quem diga que o ponto fraco delas esteja...
Navegue pelo site
Siga nas redes sociais
Cadastre-se na Newsletter

O portal www.aprendaainvestir.com.br é de propriedade BANKRIO FINANCIAL HOLDING LTDA (CNPJ/MF nº 33.935.936/0001-63). Apesar da empresa estar sob o controle comum, os executivos responsáveis tecnicamente são totalmente independentes, sendo que estes na função da execução de suas atividades não exercem nenhuma atividade conflitante. Desta forma, os conteúdos vinculados no site são de caráter exclusivamente informativo, não sofrendo, de qualquer aspecto, influência de decisões comerciais e de negócios de outras sociedades, sendo os mesmos produzidos de acordo com o juízo de valor e as convicções da equipe técnica. Ao preencher algum formulário, você aceita compartilhar os seus dados de contato com as empresas controladas pelo grupo.

© 2021 | Todos os direitos reservados