fbpx

Índice do artigo

Foto: Freepik

Que o mundo virou de cabeça pra baixo nessa pandemia, todo mundo sabe. Mas se engana quem pensa que o sonho de alcançar a independência financeira ficou mais distante. Isso, porque existem diversos caminhos para cuidar do seu patrimônio de forma bastante satisfatória e colher os frutos futuramente.

Hoje, a forma de investir no Brasil está completamente diferente de antigamente. Por exemplo, provavelmente você deve conhecer alguém que há alguns anos, comprou imóveis com o propósito de colocá-los para locação e obter uma renda mensal com os aluguéis. Isso era muito comum, muitos pensam que esse ainda é o melhor negócio. Mas não é preciso gastar uma quantia tão alta, como na compra de um imóvel, para lucrar com o mercado financeiro.

Existe um tipo de investimento chamado Fundos de Investimentos Imobiliários (FIIs) que, na prática, servem como condomínios que compram vários imóveis, apropriam-se dos aluguéis e distribuem esses lucros aos cotistas do Fundo. Para aqueles que gostam de investir em imóveis, mas gostariam de ter uma carteira diversificada e líquida, os FIIs entram como a solução.

Fundo imobiliário versus comprar um imóvel

Abaixo, apresentamos uma tabela de comparação entre a compra de um fundo imobiliário e de um imóvel.

 COMPRAR FUNDOCOMPRAR IMÓVEL
LiquidezPossível de comprar e vender com maior rapidezEm média 8 meses para vender um imóvel
DiversificaçãoCom poucos recursos é possível adquirir imóveis distintos e sofisticadosPara diversificar o investimento é necessário dispor de quantias elevadas
TributaçãoOs rendimentos são isentos de imposto para pessoa física*A renda do imóvel é tributada de acordo com a faixa do IRPF

*Cotistas que tenham menos de 10% de participação em fundos negociados em bolsa, com no mínimo 50 cotistas, sendo que nenhum pode deter mais de 25% do fundo.

Então, o que é um Fundo de Investimento Imobiliário?

Conhecido pela sigla FII, o Fundo de Investimento Imobiliário é como uma união de diversos investidores ligados a um ou mais ativos (bens) imobiliários. Cada um deles detém uma parte do fundo, que é medida em cotas, elas são proporcionais ao total de capital que cada um investiu. Basicamente falando, é comprar uma cota de um empreendimento imobiliário, ser dono de uma parte do imóvel, e ter aquela receita (lucro).

São duas possibilidades de ganho pelo FII: a primeira é o rendimento mensal que é isento de tributação para pessoa física; e a segunda é a compra e venda de uma cota. Nesse caso, o ganho de capital é tributado. Se você compra uma cota a R$100 que valorizou R$50 e vende a R$150, paga o imposto sobre esses R$50, que foi a valorização da cota. Lembrando que investidores pessoa jurídica, nas duas possibilidades, é tributado sobre todos os rendimentos obtidos.

Alguns exemplos de ativos do fundo imobiliário

  • Lajes corporativas
  • Shoppings
  • Galpão logístico
  • CRIs (Certificados de Recebíveis Imobiliários)
  • FoF (Fundos de Fundos)

Características mais significativas dos FIIs

  • Condomínio fechado – as cotas só podem ser resgatadas após o término do prazo de duração do fundo;
  • Negociação feita em Bolsa de Valores – o investidor tem que comprar via bolsa;
  • O FII é obrigado a distribuir 95% dos lucros (sem imposto – valor líquido na conta) apurados com base no regime de caixa ao longo do semestre (Art. 10 da Lei 8.668/93);
  • Os rendimentos recebidos pelos cotistas, pessoas físicas, são isentos de imposto de renda.

Cenário Atual

Analisando o cenário atual, ao que se refere a taxa básica de juros, a baixa rentabilidade da poupança, a perda do poder de compra do brasileiro, entre outros fatores, é importante expandir os horizontes. Ou seja, para que os ganhos sejam mais significantes, será preciso que os investidores estejam abertos para:

  1. Tomar mais riscos;
  2. Aplicar mais a longo prazo;
  3. Conhecer novos produtos para incluir na carteira de investimentos.

De dois anos pra cá, o FII foi um boom no mercado brasileiro e são diversos os fatores que vão contribuindo para esse aumento expressivo. O fundo é um ativo de renda variável, que apresenta uma previsibilidade em relação a receita e o custo; não pode tomar dívidas, então o risco do fundo quebrar é muito baixo; possui benefícios fiscais para os aluguéis; contribui para melhorar a relação de risco e retorno de uma carteira diversificada e a taxa de juros é baixa.

No Brasil os FIIs representam 1,6% da indústria de Fundos – R$4,3 trilhões. No que se refere ao número de investidores, segue em movimentos crescentes, até fevereiro de 2020 eram 848 mil brasileiros, cerca de 0,5% da população. Tudo isso resultado de um amadurecimento da indústria, adicionado a suas taxas de juros baixas, fundos cada vez melhores e gestores cada vez mais transparentes.

Pronto, gostou do tema? Procure um profissional do mercado financeiro para tirar dúvidas adicionais e avaliar se este produto está adequado ao seu perfil!

Quer saber mais sobre investimentos?

Você pode gostar
A Selic aumentou! Entenda os desdobramentos
Após 11 altas consecutivas, a Selic aumentou novamente nesta quarta-feira (3). A reunião do Comitê de...
Bitcoin e ethereum fecham julho em alta. O que esperar agora?
Ao contrário do que se imaginava, a alta dos juros nos Estados Unidos na última semana do mês de julho...
Descubra se sua declaração do IR caiu na malha fina e o que você deve fazer
Passado o prazo final para a entrega da declaração de Imposto de Renda, é normal que muitos contribuintes...
Os destaques do mercado financeiro para o segundo semestre
Os primeiros seis meses de 2022 foram marcados pela incerteza no cenário internacional. No início do...
Navegue pelo site
Siga nas redes sociais
Cadastre-se na Newsletter

O portal www.aprendaainvestir.com.br é de propriedade BANKRIO FINANCIAL HOLDING LTDA (CNPJ/MF nº 33.935.936/0001-63). Apesar da empresa estar sob o controle comum, os executivos responsáveis tecnicamente são totalmente independentes, sendo que estes na função da execução de suas atividades não exercem nenhuma atividade conflitante. Desta forma, os conteúdos vinculados no site são de caráter exclusivamente informativo, não sofrendo, de qualquer aspecto, influência de decisões comerciais e de negócios de outras sociedades, sendo os mesmos produzidos de acordo com o juízo de valor e as convicções da equipe técnica. Ao preencher algum formulário, você aceita compartilhar os seus dados de contato com as empresas controladas pelo grupo.

© 2021 | Todos os direitos reservados