fbpx
Índice do artigo

Dona do famoso slogan “Você tem seu estilo. A Renner tem todos.” – que provavelmente você já escutou por aí – a Lojas Renner S.A. está há quase 100 anos no mercado. Considerada a maior varejista de moda do Brasil quando o assunto é faturamento, a empresa de capital aberto coleciona momentos importantes durante a sua trajetória.

Neste artigo, explicaremos todos os detalhes sobre a Lojas Renner, confira!

 

Histórico da Lojas Renner 

O processo de criação da varejista começou ainda no século passado, em 1922, quando as atividades fabris do Grupo A.J. Renner iniciaram em Porto Alegre. Nesse momento, houve a inauguração do primeiro ponto de venda da Renner com a comercialização de artigos têxteis.

No ano de 1940, a empresa expandiu a diversidade de seus produtos e passou a operar como uma loja de departamento. Quinze anos depois, em 1965, o vínculo do grupo com o gaúcho Antônio Jacob Renner foi encerrado e a loja começou a ganhar o formato que conhecemos atualmente. Foi então que a Lojas Renner S.A. foi concebida.

 

Abertura de capital na Bolsa

Não demorou muito para que a Renner desse um passo maior no mercado. Em 1967, a companhia ganhou forças ao abrir capital na Bolsa de Valores de São Paulo. A partir desse momento, o financeiro da empresa teria condições ainda maiores de deslanchar.

Buscando por desafios ainda maiores e indo de maneira contrária ao ditado popular de que não se deve mexer em time que está ganhando, novos passos foram tomados pela Lojas Renner. A aposta focava em uma reestruturação da companhia, em que a mesma deixaria de ser uma empresa familiar.

Em outras palavras, no ano de 1998, ela foi comprada pela subsidiária brasileira J.C Penney. Como resultado, a empresa conquistou uma expansão territorial na mesma década e chegou em estados como o de Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal. Dessa forma, a Lojas Renner se fortaleceu nesses mercados como uma loja de departamentos especializada em moda.

Alguns anos depois, em 2005, a companhia contava com mais de 64 pontos de venda. O crescimento era tão positivo, que motivou o lançamento de um IPO da Lojas Renner na Bolsa de Valores. A empresa entrou no Novo Mercado da Bovespa e atingiu o patamar de primeira instituição do Brasil a ter o capital pulverizado e cerca de 100% das ações em circulação.

 

Marcos alcançados

  • Primeira loja a medir a satisfação do cliente nas lojas. O chamado encantômetro é uma maquininha localizada na saída da loja e que o cliente tem a a opção de avaliar o atendimento;
  • Em 2010, a empresa se consolidou com a criação do Meu Cartão Renner com as bandeiras Visa e MasterCard. Além disso, o ano também foi marcado pelo lançamento do e-commerce da Renner;
  • No ano seguinte, 2011, a Lojas Renner S.A. compra a empresa Camicado, do setor de casa e decoração;
  • A Renner lança a Youcom, que se baseia em um novo modelo de negócio para o público jovem em ambiente de loja especializada;
  • Em 2014, a Lojas Renner foi selecionada para compor a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da BM&FBOVESPA de 2015;
  • No ano de 2017, a varejista expandiu seu mercado inaugurando suas primeiras operações no exterior, no Uruguai e na Argentina.

 

Lojas Renner S.A. hoje

Atualmente, a varejista é formada por quatro marcas, Renner, Camicado, YouCom e ASHUA Curve & Plus Size. A última oferece roupas nos tamanhos 46 a 54. Além disso, são mais de 600 lojas em operação e a estrutura de e-commerce. Somado a isso, ela está presente nas cinco regiões do Brasil e conta com mais de 12 mil colaboradores. Vale destacar que a empresa possui 9 lojas no Uruguai e 4 na Argentina.

Ainda que o ano de 2020 tenha sido completamente marcado pela pandemia do novo coronavírus, os resultados alcançados pela Lojas Renner foram satisfatórios em meio ao cenário, conforme divulgado no balanço da companhia. Mesmo mantendo as lojas fechadas por mais de três meses, em algumas partes do Brasil, o fechamento anual teve, mesmo que bem pequeno, um lucro comparado com 2019. Traduzindo, foi um resultado líquido de R$1,096 bilhão, 0,9% superior ao ano anterior, que fechou em R$1,086 bilhão.

Sendo assim, o que poderia ter levado a companhia a alcançar números bem baixos em comparação a 2019, não levou. Comparado a situação da economia e as medidas de contenção do vírus, a expectativa poderia até ser de baixa, mas varejista se mostrou competente ao lidar com a crise.

 

Ações da Lojas Renner S.A.

Como vimos anteriormente, 2020 não foi um ano bonzinho para a maioria das pessoas e negócios. Seja no Brasil ou no mundo, muita coisa virou de cabeça para baixo por conta da conjuntura pandêmica que pegou todos de surpresa.

O poder de compra despencou, o que fez muitos indivíduos repensarem as suas contas e priorizar apenas o necessário. Como resultado, o comércio de bens não essenciais, como o de roupas e decoração nos quais a Lojas Renner S.A. se encontra, não estava na lista de prioridades de muita gente. O pensamento do mercado em momentos como esse é de tanta incerteza, que é normal ver as ações de companhias como essa cair. O que pode ser observado abaixo no gráfico.

 

Em 04 de março de 2020, a LREN3 atingiu a melhor valorização do período – R$54,55

 

Após um pico no primeiro trimestre do ano, o declínio da Lojas Renner S.A., representada pelo ticker LREN3 apareceu e perdurou por todo o ano de 2020 e até os primeiros meses de 2021. Apesar das consideráveis oscilações, o valor de R$54,55 dos ativos não voltou a ser batido.

 

Conclusão

A caminhada quase centenária da Lojas Renner S.A. mostra a trajetória de sucesso e inovações de uma grande empresa de varejo brasileira. A companhia chegou ao ranking das dez varejistas mais valiosas da América Latina, ocupando o nono lugar. Além de ser considerada a terceira no setor de vestuário também na América Latina e primeira no segmento de vestuário no Brasil, segundo a Interbrand.

Desde a sua abertura de capital na B3, a Lojas Renner S.A. pôde colher frutos do bom desempenho no setor. E com isso, os investidores conseguem ter uma ideia mais transparente de onde estão alocando o seu patrimônio.

Por isso, vale lembrar que antes de aplicar seus recursos em ações de uma empressa é importante conhecer todos os detalhes sobre ela. Portanto, não esqueça de pesquisar e conhecer o seu histórico e a sua gestão. Além disso, é crucial ter bem claro os seus objetivos e perfil de investidor.

Quer iniciar na B3, mas não sabe como? Procure uma assessoria de investimentos e comece a investir hoje mesmo!

Quer saber mais sobre investimentos?

Compartilhar:

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *