fbpx
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

Índice do artigo

Taesa
Foto: Divulgação / Internet

Desde que a eletricidade foi descoberta pelo filósofo Tales de Mileto, séculos atrás, ficou difícil imaginar uma vida sem a presença da mesma. Ainda que até os dias atuais, em alguns lugares mais afastados, seja comum o uso de velas ou lampiões, para a maioria das pessoas isso é algo fora da realidade.

Diversas empresas estão por trás do fornecimento de energia elétrica e diariamente dedicam a sua força de trabalho para comercializar esse serviço. Uma delas é a Taesa S.A., companhia de capital aberto na Bolsa de Valores brasileira e responsável por distribuir energia em diferentes estados do país.

Pensando nisso, neste artigo, você confere mais detalhes sobre a Taesa S.A.

 

Histórico da empresa Taesa S.A.

A Transmissora Aliança de Energia S.A., conhecida pela abreviação Taesa, é um dos maiores grupos privados de transferência de energia elétrica do Brasil, levando em consideração a Receita Anual Permitida (RAP).

A empresa é dedicada à construção, manutenção e operação de ativos de transmissão. Além disso, opera através de um sistema de transmissão denominado SIN – Sistema Interligado Nacional. Ele é administrado pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e é encarregado de atender a uma média de 98% do mercado brasileiro de energia.

A relação estabelecida entre as concessionárias como a Taesa e o ONS acontece por meio de Contrato de Prestação de Serviço de Transmissão (CPST). A partir dele, são estabelecidos os termos e condições técnicas e comerciais para a prestação de serviços.

Ambas assumem a obrigação pela operação e manutenção das instalações e, dessa forma, recebem a RAP por disponibilizar as instalações. Em casos de eventuais indisponibilidades, existe a aplicação de descontos.

 

Como tudo começou

A história da Taesa começou no ano de 2000, com a criação da TSA e da Novatrans. Alguns anos depois, em 2003, as duas companhias foram compradas por um consórcio local da Terna S.p.A. Posteriormente, em 2006, a companhia, sob a designação de Donnery Holdings S.A., construiu no Brasil uma holding chamada de Terna Participações S.A.

Nesse processo, o controle da Transmissora Nordeste Sudeste S.A. (TSN) e Novatrans Energia S.A. foi transferido para a holding. No ano seguinte, em 2009, a holding passou a ser denominada Transmissora Aliança de Energia Elétrica S.A.

Enquanto a Terna esteve operando no setor elétrico brasileiro, entre 2003 até 2009, adquiriu mais cinco concessionárias, através de suas subsidiárias. Ao todo foram quatro aquisições secundárias e uma direta. Veja abaixo quais foram elas:

Taesa, que detém 52,58% dos ativos da ETAU, Eletrobrás Eletrosul, 27,51%, DME Energética Ltda., com 10%, e Companhia Estadual de Energia Elétrica – CEEE, com 10% das Ações da Concessionária.

 

Números da empresa Taesa S.A.

A Taesa detém aproximadamente 11.062 km em operação e 2.514 km de extensão em construção, atingindo um total de 13.576 km de linhas de transmissão. Somado a isso, conta com ativos em mais de 90 subestações que operam com nível de tensão entre 230 e 525 kV e comparece em 17 estados de todas as regiões do Brasil e um Centro de Operações e Controle localizado em Brasília.

Atualmente, a Transmissora Aliança de Energia S.A. possui 39 concessões de transmissão, dentre elas, 10 compõem a empresa holding – Novatrans, PATESA, ETEO, STE, GTESA, Munirah, NTE, ATE e ATE II; 10 investidas integrais – ATE III, Brasnorte, Miracema, São Gotardo, Mariana, Lagoa Nova, São João, Janaúba, São Pedro e Sant’Ana, e 19 participações –Transmineiras, ETAU e os Grupos AIE e TBE.

 

Ações da Taesa S.A.

Em 2006, a Taesa realizou a sua Oferta Pública Inicial (IPO) de Ações. Em seguida, sete anos depois, 2013, a companhia realizou um IPO secundário, levantando R$1,3 bilhões.

A Transmissora Aliança de Energia S.A. está listada na Bolsa de Valores brasileira e compõe o nível 2 de governança corporativa. Possui Ações ordinárias, cujo ticker é TAEE3 e Ações preferenciais, TAEE4, além de também contar com units (pacote de classes de ativos variados) com código TAEE11.

Somado a isso, a companhia está listada com debênturesTAEE-DEB41B0, TAEE-DEB41L0, TAEE-DEB51B0 e TAEE-DEB51L0.

Depois de um período de baixa, em 03 de maio de 2021, os ativos ordinários da companhia apresentaram a maior valorização do período, R$14,15, conforme mostra o gráfico abaixo.

 

Ações Taesa
Em 03 de maio de 2021, a TAEE3 atingiu o pico de valorização – R$14,15

 

Entretanto, após o período de alta, foram alguns dias de baixa até que as Ações pudessem alcançar um momento de estabilidade. Ainda que a volatilidade seja recorrente no universo acionário, as oscilações não levaram a um patamar crítico.

Atualmente, a TAEE3 segue cotada em um valor próximo ao pico atingido no mês de maio. Em 16 de novembro de 2021, os ativos da companhia fecharam em R$11,99.

 

Conclusão

Nos seus primeiros 10 anos de existência, a Taesa teve um crescimento de 8 para 36 concessões, o que aumentou o valor da sua Receita Anual Permitida total em mais de três vezes.

Vale destacar que no ano de 2018 o Lucro Líquido IFRS da companhia foi de cerca de R$1 bilhão. Já a RAP total para o ciclo de 2019/2020 foi de R$2,6 bilhões. Dessa forma, é possível perceber o bom desempenho da Transmissora Aliança de Energia S.A. ao longo dos seus poucos anos no mercado.

Assim como qualquer outra companhia listada na B3, a Taesa pode ser observada com transparência pelos investidores que já aplicam capital nela ou pelos interessados.

Por fim, é importante dizer que antes de investir os seus recursos em uma companhia é necessário conhecer todos os detalhes sobre ela. Portanto, pesquise bastante e conheça seu histórico, sua gestão, as estratégias e todo o desempenho, desde a sua criação até os dias atuais.

Quer iniciar na Bolsa, mas não sabe como? Procure uma assessoria de investimentos e comece a investir hoje mesmo!

Quer saber mais sobre investimentos?

Você pode gostar
Conheça a empresa Portobello
Independente da época, construções estão sempre acontecendo ao redor do mundo. Prédios são levantados,...
Temporada de balanço: confira o calendário da divulgação de resultados
A partir da primeira semana de fevereiro, as empresas listadas no Novo Mercado da Bolsa de Valores de...
IPOs cancelados em 2022 chegam a 12 com desistência de Madero e Ish Tech
Madero e ISH Tech são as mais recentes empresas a desistirem dos planos de abrir capital na Bolsa de...
Conheça a empresa Unipar
Indústrias responsáveis por produzir insumos para diversos segmentos econômicos são indispensáveis para...
Navegue pelo site
Siga nas redes sociais
Cadastre-se na Newsletter

O portal www.aprendaainvestir.com.br é de propriedade BANKRIO FINANCIAL HOLDING LTDA (CNPJ/MF nº 33.935.936/0001-63). Apesar da empresa estar sob o controle comum, os executivos responsáveis tecnicamente são totalmente independentes, sendo que estes na função da execução de suas atividades não exercem nenhuma atividade conflitante. Desta forma, os conteúdos vinculados no site são de caráter exclusivamente informativo, não sofrendo, de qualquer aspecto, influência de decisões comerciais e de negócios de outras sociedades, sendo os mesmos produzidos de acordo com o juízo de valor e as convicções da equipe técnica. Ao preencher algum formulário, você aceita compartilhar os seus dados de contato com as empresas controladas pelo grupo.

© 2021 | Todos os direitos reservados