fbpx

Grupo SOMA: o gigante do varejo de moda compra a Cia. Hering

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print
Grupo Soma e Cia. Hering

Foto: Divulgação/Internet

 

No dia 26 de abril, o Grupo Soma (SOMA3), um dos maiores varejistas de moda do Brasil, anunciou a compra da Cia. Hering (HGTX3). Com o feito, a empresa conquistou o quarto lugar no ranking entre as maiores do setor. A compra, no valor de R$5,1 bilhões, foi resultado de uma negociação que durou menos de uma semana e serviu para reforçar a tendência de fusões e aquisições do segmento do varejo de moda do Brasil.

 

Conheça o Grupo Soma

O Grupo Soma, sediado no Rio de Janeiro e com mais de 5 mil colaboradores, detém um volumoso cardápio de marcas do segmento de moda do país. Farm, Animale, Fábula, Foxton e Maria Filó são algumas das grifes que fazem parte do portfólio da empresa.

Recém-chegado ao ambiente da Bolsa de Valores, o grupo abriu capital na B3 em julho de 2020. A oferta pública inicial (IPO) rendeu um resultado satisfatório para a companhia, que alcançou um valor total de R$1,82 bilhão com a operação.

Entre os objetivos apresentados pela empresa no prospecto aos investidores, estava a intenção de adquirir novas marcas, por meio dos recursos obtidos com os ativos. E não demorou para que a meta iniciasse. Isto porque, três meses depois, o Grupo Soma divulgou a compra da grife de moda feminina NV e, recentemente, a compra da Cia. Hering.

 

A aquisição da Cia. Hering

A pandemia do novo coronavírus, que assolou o mundo inteiro, impactou significativamente o comércio. Por isso, de acordo com os especialistas, o movimento de fusões e aquisições de empresas do mercado de moda do Brasil era uma tendência esperada.

No caso da Cia. Hering, onde a maioria do comércio é baseado nas lojas físicas e a empresa já passava por um momento financeiro complicado, o efeito do vírus trouxe consequências mais negativas. Dessa forma, para reverter a situação e driblar o momento difícil, a empresa acelerou a transformação digital e anunciou, no início de março, um investimento recorde de R$131 milhões para 2021.

Mesmo na busca por estratégias de recuperação, não era inesperado que um evento como a venda da companhia acontecesse. Mas, houve uma grande surpresa no quesito comprador. Isto porque, há menos de duas semanas antes do anúncio do Grupo Soma, a Hering havia começado uma negociação com a Arezzo. Apesar de ter rejeitado a proposta de R$3,3 bilhões, havia a expectativa, por parte da Hering, de uma oferta maior.

Entretanto, neste meio tempo, o Grupo Soma entrou em cena com uma negociação-relâmpago. A proposta de compra por R$5,1 bilhões desbancou o montante oferecido pela Arezzo e foi aceita pela Cia. Hering em 25 de abril. No dia seguinte, houve a divulgação da notícia para o público.

De acordo com o comunicado anunciado pelas companhias, o objetivo principal da operação está em utilizar e difundir uma cultura digital, além de implementar produtos digitais do braço de inovação digital do grupo – Soma Labs – e em todas as etapas do processo de valor da Hering.

 

Resultado da operação

O anúncio da compra modificou o faturamento do Grupo Soma. Como resultado, o lucro da nova companhia chegou a R$2,7 bilhões – resultado da soma entre a receita do próprio grupo, R$1,45 bilhão, e da Cia. Hering, R$1,24 bilhão. Nesse sentido, o Soma passou a ocupar a quarta posição no ranking das maiores empresas do varejo de moda do Brasil.

Portanto, o Grupo Soma ultrapassou a Marisa, que apresentou um faturamento de R$2,1 bilhões e a Arezzo, com R$1,7 bilhão. E, com isso, ficou atrás apenas da líder, segundo um levantamento da Eikon, Renner, com R$6,6 bilhões de receita em 2020. Seguida da Guararapes, dona da Riachuelo, com R$4,3 bilhões, e, em terceiro, a C&A, com R$4 bilhões.

Quando o quesito são as unidades, o crescimento da companhia também foi significativo depois da operação. Afinal, ela agora possui 1.042 lojas, 264 unidades do Soma, além das 778 unidades da Hering distribuídas no país. Somado a isso, o grupo deve ajudar na aceleração da Cia. Hering no on-line, atividade que já havia sido iniciada pela própria marca.

De acordo com as estimativas da XP, a operação pode desencadear um acréscimo de até R$6,70/ação do Grupo Soma – levando em consideração premissas conservadoras. Ela também destacou a força que a Cia. Hering possui frente ao mercado do varejo de moda do Brasil, tendo em vista a popularidade da rede e a oferta de produtos de qualidade a preços acessíveis.

Em suma, a previsão é de que o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) examine o pedido de compra até o fim do mês de junho. De acordo com a negociação, o pagamento concedido pelo Grupo Soma aos antigos donos da Hering – R$5,1 bilhões -, será dividido em ações do grupo, cerca de R$3,64 bilhões e dinheiro em caixa, o equivalente a R$1,5 bilhão.

 

Conclusão

Ficou interessado em começar a investir no mercado acionário? Então não perca tempo e procure uma assessoria de investimentos. Afinal, contar com o auxílio de profissionais experientes na hora de aplicar o seu capital na Bolsa de Valores, é sempre um bom negócio.

Quer saber mais sobre investimentos?

Você pode gostar
Ajuste no teto do faturamento de MEI's é votado no Planalto
No dia 21 de junho, foi votado e aprovado pela Comissão de Finanças e Tributação, o Projeto de Lei Complementar...
Milionários na Poupança: pesquisa mostra que há 24 mil cadernetas com mais de R$1 milhão
Em pleno 2022, a Caderneta de Poupança segue sendo tradicional e queridinha dos brasileiros. Ainda que...
Copom eleva a Selic de 12,75% para 13,25% ao ano
Apesar do cenário desafiador nas frentes inflacionária, externa e fiscal, o Comitê de Política Monetária...
Fed eleva taxa de juros dos EUA em 0,75 ponto, maior aumento desde 1994
O Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) do Federal Reserve (Fed, o Banco Central...
Navegue pelo site
Siga nas redes sociais
Cadastre-se na Newsletter

O portal www.aprendaainvestir.com.br é de propriedade BANKRIO FINANCIAL HOLDING LTDA (CNPJ/MF nº 33.935.936/0001-63). Apesar da empresa estar sob o controle comum, os executivos responsáveis tecnicamente são totalmente independentes, sendo que estes na função da execução de suas atividades não exercem nenhuma atividade conflitante. Desta forma, os conteúdos vinculados no site são de caráter exclusivamente informativo, não sofrendo, de qualquer aspecto, influência de decisões comerciais e de negócios de outras sociedades, sendo os mesmos produzidos de acordo com o juízo de valor e as convicções da equipe técnica. Ao preencher algum formulário, você aceita compartilhar os seus dados de contato com as empresas controladas pelo grupo.

© 2021 | Todos os direitos reservados