fbpx

Inflação de fevereiro: é a maior variação no mês desde 2015

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print
Inflação
Foto: Pexels

Com alta de 1,01% em fevereiro, a inflação oficial do país teve a maior variação para este mês em sete anos. A informação é do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), divulgado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), que revela que esta é a maior variação desde 2015.

O índice ficou 0,47 ponto percentual acima do alcançado em janeiro, já acumula aumento de 1,56% este ano e de 10,54% em 12 meses, conforme divulgado pela Agência Brasil.

Entre as categorias que mais colaboraram para a alta, os preços do setor de alimentação e bebidas avançaram 1,28%, em continuidade às elevações que vinham sendo registradas mês a mês, desde janeiro de 2020.

No acumulado dos últimos doze meses, houve reajuste de 9,12%. Entre os principais aumentos, por sua vez, ganham destaque itens essenciais para a mesa das famílias brasileiras, como café moído e açúcar refinado, que tiveram alta de 61,19% e 43,77%, respectivamente.

O preço do combustível também ficou mais caro em 12 meses: o encarecimento da gasolina (32,62%), do diesel (40,54%) e do etanol (36,17%), inclusive, tem sido um dos assuntos mais comentados desde que a Petrobras fez reajustes para as distribuidoras, em meio à disparada dos preços do petróleo.

Não à toa, o país ficou entre as quarenta nações com pior custo de vida em 2021, afirma o empreendedor digital e treinador de líderes Denis Macedo, citando dados de um estudo da multinacional alemã Cuponation.

Para o treinador de líderes, a alta no custo de vida e a tendência de alta na inflação para este ano são fatores que têm estimulado a busca por renda extra no Brasil.

“Em um cenário de crise econômica, cresce a procura por uma renda adicional que não tome tempo e nem custe muito da rotina – que, muitas vezes, está sobrecarregada por conta do trabalho principal, estudo e locomoção”.

Neste sentido, prossegue, disparam as buscas por trabalhos para conquistar renda extra por meio da internet, que oferece retornos acima da média de mercado e não têm influência da inflação.

“As mídias digitais têm sido exploradas como um espaço para trabalhar e empreender, o que, inclusive, tem despertado interesse para cursos que prometem ensinar a ganhar dinheiro em redes como o Instagram”.

Trabalhador digital busca renda extra com flexibilidade

De acordo com Denis Macedo, é possível identificar um perfil prevalente de pessoas que buscam renda extra por meio da internet no Brasil.

“Em geral, quem procura um trabalho digital para complementar a renda são profissionais que já têm uma bagagem no mercado de trabalho tradicional e perceberam que o mundo virtual é um meio rentável, por isso resolveram surfar essa onda”.

Ainda segundo o empreendedor digital, há uma adesão crescente de mulheres que são mães e que têm deixado seus empregos tradicionais para se dedicar aos trabalhos on-line.

“Muitas mães estão abandonando o trabalho tradicional, que exige deslocamento, horário fixo e patrão, para conquistar uma renda que pode ser dez vezes maior, com o bônus de ter mais qualidade de vida e poder cuidar da casa e dos filhos”, afirma.

A análise de Denis Macedo é corroborada por um estudo que aponta que 60% dos “talentos independentes” na web têm filhos e 50% são mulheres. A informação é da pesquisa “A Nova Era do Trabalho”, realizada pela Workana, plataforma de trabalho freelance e remoto.

O levantamento, que coletou respostas de 13 mil usuários no final de 2021, também mostra que 84% dos entrevistados acreditam que “o trabalho à distância favorece a inclusão e igualdade de oportunidades, rompendo barreiras culturais, sociais e de gênero”, conforme publicado pelo Diário do Comércio.

Quer saber mais sobre investimentos?

Você pode gostar
BlackRock: as 4 tendências que podem fazer o mercado de ETFs triplicar
A indústria global de ETFs (Exchange Traded Funds) está a caminho de triplicar de tamanho. Se há vinte...
Inflação medida pelo IGP-10 em maio vem menor que mediana com deflação no atacado de agropecuários
O Índice Geral de Preços – 10 (IGP-10) desacelerou a +0,10% em maio, após ter aumentado +2,48%...
Primeiro índice de empresas do agronegócio vai estrear nesta segunda-feira na B3
A B3 vai estrear nesta segunda-feira (16) o primeiro índice com temática agro, que vai acompanhar o desempenho...
Dólar sobe reagindo a sinais de desaceleração da China e Europa
O Dólar opera em alta moderada na manhã desta segunda-feira, 16, após cair na sexta-feira. O mercado...
Navegue pelo site
Siga nas redes sociais
Cadastre-se na Newsletter

O portal www.aprendaainvestir.com.br é de propriedade BANKRIO FINANCIAL HOLDING LTDA (CNPJ/MF nº 33.935.936/0001-63). Apesar da empresa estar sob o controle comum, os executivos responsáveis tecnicamente são totalmente independentes, sendo que estes na função da execução de suas atividades não exercem nenhuma atividade conflitante. Desta forma, os conteúdos vinculados no site são de caráter exclusivamente informativo, não sofrendo, de qualquer aspecto, influência de decisões comerciais e de negócios de outras sociedades, sendo os mesmos produzidos de acordo com o juízo de valor e as convicções da equipe técnica. Ao preencher algum formulário, você aceita compartilhar os seus dados de contato com as empresas controladas pelo grupo.

© 2021 | Todos os direitos reservados