fbpx

Marcação a Mercado: saiba como ela afeta os investimentos

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print
Marcação a mercado

Uma novidade no mercado de crédito privado está prestes a chegar e irá mudar a dinâmica dos investidores a partir do ano que vem.

De acordo com resolução da Anbima, títulos de dívida privada que estão nas carteiras de Pessoas Físicas terão que ser marcadas a mercado a partir do dia 02 de janeiro de 2023.

Mas antes de entrar em mais detalhes, vamos entender o que é essa marcação a mercado.

O que é marcação a mercado?

Estamos acostumados a pensar que os ativos de Renda Fixa são fixos em todos os sentidos. Mas não é bem assim!

Até chegar a data de resgate do título, seu preço pode variar para cima ou para baixo, de maneira semelhante ao que ocorre na Renda Variável.

A marcação a mercado é justamente a atualização diária do preço dos ativos, de acordo com a percepção do mercado naquele momento.

Quais fatores influenciam na marcação a mercado?

A marcação a mercado acontece levando em consideração, principalmente, três fatores: o contexto econômico (Taxa Selic ou inflação), o apetite dos investidores (demanda por um ativo) e o valor dos novos títulos que estão sendo emitidos no mercado.

Dessa forma, antes de decidir o que fazer com o ativo, o investidor deve checar o que está ocorrendo no mercado naquele momento, caso contrário, corre o risco de perder dinheiro.

Como essa informação é passada agora?

Atualmente, para a Pessoa Física, a informação disponível é a chamada marcação na curva, ou seja, quanto o papel vai render se for carregado até seu vencimento.

É importante lembrar que a marcação a mercado sempre ocorreu, o que mudará agora é que a informação sobre a variação no preço ficará disponível para os clientes.

Qual o motivo da mudança?

A ideia da Anbima é que, a partir do dia 02 de janeiro de 2023, títulos de dívida privada que estão nas carteiras de Pessoas Físicas sejam marcados a mercado. Assim, as oscilações que esses papéis sofrem serão informadas aos clientes, para que esses tenham maior autonomia para decidir se querem continuar com o ativo até o vencimento.

Você pode gostar
Quanto rende R$1 milhão na poupança?
Com a taxa básica de juros a 12,75% ao ano e a inflação nas alturas, entender quanto rende R$ 1 milhão...
Como a CVM pretende monitorar os influenciadores digitais de finanças
A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) acompanha o mercado, as tendências e o comportamento dos atores...
BlackRock: as 4 tendências que podem fazer o mercado de ETFs triplicar
A indústria global de ETFs (Exchange Traded Funds) está a caminho de triplicar de tamanho. Se há vinte...
Ensaio sobre a aleatoriedade
Um discurso sobre o comportamento do investidor através da literatura José Saramago se tornou um grande...
Navegue pelo site
Siga nas redes sociais
Cadastre-se na Newsletter

O portal www.aprendaainvestir.com.br é de propriedade BANKRIO FINANCIAL HOLDING LTDA (CNPJ/MF nº 33.935.936/0001-63). Apesar da empresa estar sob o controle comum, os executivos responsáveis tecnicamente são totalmente independentes, sendo que estes na função da execução de suas atividades não exercem nenhuma atividade conflitante. Desta forma, os conteúdos vinculados no site são de caráter exclusivamente informativo, não sofrendo, de qualquer aspecto, influência de decisões comerciais e de negócios de outras sociedades, sendo os mesmos produzidos de acordo com o juízo de valor e as convicções da equipe técnica. Ao preencher algum formulário, você aceita compartilhar os seus dados de contato com as empresas controladas pelo grupo.

© 2021 | Todos os direitos reservados