fbpx

O que é o Fundo Garantidor de Créditos (FGC)?

Índice do artigo
fgc como funciona

Segurança. Essa é uma palavra que atrai muitos investidores iniciantes, afinal, seria ótimo que toda aplicação oferecesse zero risco. Por isso, é bom estar por dentro de alternativas para proteger seu patrimônio. A boa notícia é: existe um fundo que protege alguns tipos de ativos de renda fixa, chamado de FGC.

O FGC é uma sigla que representa o Fundo Garantidor de Créditos. Ele é uma associação privada e sem fins lucrativos que administra uma proteção aos investidores e correntistas. Isto é, em casos de falência ou fechamento de uma instituição financeira credenciada ao FGC, esse fundo pode recuperar até R$250 mil em depósitos ou créditos. Ou seja, alguns tipos de ativos contam com essa garantia que representa segurança nas aplicações dos investidores em casos extremos.

Como o FGC funciona?

Se um banco decreta falência, os investidores que têm o capital aplicado nele, automaticamente, perdem seu dinheiro. Mas a história ganha um outro desfecho com o FGC.

O Fundo Garantidor de Créditos conta com instituições associadas que repassam, mensalmente, uma parte das suas contas para a manutenção do fundo. Dessa forma, caso essa organização financeira entre em falência ou algo semelhante, e esteja associada ao FGC, existem garantias de até R$ 250 mil (por CPF – apenas pessoa física) que restituem parte ou total do que foi investido no título de renda fixa. O que quer dizer que até o limite desses valores, o investidor não perde o valor aplicado.

Tipos de instituições associadas ao FGC:

  • Caixa Econômica Federal
  • Bancos
  • Financeiras
  • Bancos de desenvolvimento
  • Sociedades de crédito, financiamento e investimento
  • Sociedades de crédito imobiliário
  • Companhias hipotecárias
  • Associações de poupança e empréstimo

Quais investimentos estão cobertos por esse fundo?

Como mencionamos anteriormente, não são todos os investimentos que estão garantidos pelo FGC. Considerando uma instituição participante, abaixo estão alguns ativos de renda fixa protegidos:

  • Poupança
  • CDB – Certificado de Depósito Bancário
  • LC – Letra de Cambio
  • LCI – Letra de Crédito Imobiliário
  • LCA – Letra de Crédito do Agronegócio

O FGC é confiável?

Primeiro, é importante dizer que o fundo é fiscalizado pelo Banco Central e segue normas de capital em padrões internacionais. Além disso, possui diversos modelos estatísticos de análise de risco ao sistema e conseguem chegar a uma segurança na identificação dos tamanhos de reservas ideais pensando no risco do sistema financeiro. Desde o ano de sua criação, 1995, o fundo sempre cumpriu com as garantias dos investidores quando foi necessário, em um prazo médio de pagamento de 90 dias.

É possível haver prejuízo mesmo com o FGC, em um cenário improvável, que seria uma falência generalizada, ou seja, as instituições financeiras e os bancos quebrando ao mesmo tempo. Mas, isso é algo que, até os dias atuais, nunca aconteceu no Brasil.

Conclusão

Ganhar dinheiro envolve um processo árduo. Por isso, na hora de investir o seu capital, bate aquela insegurança, ainda mais com as diversas opções de investimentos que existem no mercado financeiro. Então, estar bem informado sobre um fundo como o FGC é fundamental.

Quer saber mais sobre investimentos?

Compartilhar:

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *