fbpx

Volatilidade: como esse fenômeno impacta nos seus investimentos

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

Pensar apenas no volume de negociações e no preço de um determinado título na hora de investir é um equívoco. O básico é que o investidor faça uma análise breve de risco e retorno daquela aplicação antes de alocar seu capital, para que isso não resulte em prejuízos nos rendimentos. Por isso, nesse artigo vamos falar sobre volatilidade.

O que é volatilidade?

O conceito de volatilidade está relacionado a variação que um ativo tem dentro de um período de tempo. Essa variação vai impactar diretamente no risco e no rendimento do investimento em questão.

A volatilidade no mercado financeiro pode ser calculada baseada em três tipos:

  1. Histórica

    Conhecida pelo mercado financeiro, essa volatilidade é calculada a partir da variação de preço do ativo em um determinado período passado. Dessa forma, essa variação servirá de referência para uma volatilidade futura. Mas, levando em consideração toda a incerteza que o mercado apresenta, não é possível afirmar que essa previsão acontecerá.

  2. Implícita

    Ela é uma estimativa da volatilidade do preço de um ativo no futuro. Baseia-se na volatilidade anterior (histórica) e em variáveis como valores de ativos negociados no mercado futuro (ambiente dentro da B3 em que são negociados contratos de compra e venda de ativos realizados no futuro) e de derivativos.

  3. Real

    Essa volatilidade significa a variação efetiva do preço do ativo no futuro. No momento em que o investimento apresenta a sua oscilação, a volatilidade real se torna a volatilidade histórica.

Impacto nos investimentos

O investidor que opta por ativos arriscados está mais suscetível a volatilidade, e com isso, tem mais chances de perda. Mas vale lembrar, que também tem chances de ganho. Já ao escolher um ativo mais seguro, está sujeito a uma volatilidade menor e a probabilidade, tanto de perder quanto de ganhar, é menor.

Funciona assim: quanto mais volátil é um ativo, mais imprevisível será a rentabilidade, podendo variar para mais ou para menos.

Conclusão

Como vimos nesse artigo, a volatilidade colabora no entendimento do porquê em um momento se ganha dinheiro com um ativo e em outros, a perda é significativa. Dessa forma, o investidor precisa saber o conceito de volatilidade para aproveitar as oportunidades do mercado de capitais.

Quer saber mais sobre investimentos?

Você pode gostar
Conheça os derivativos: segurança e proteção de patrimônio até na Renda Variável
São inúmeros os elementos que compõem o mercado financeiro, uns mais simples e outros um pouco mais complexos....
Assessor de investimentos: o que é e como ele pode me ajudar a investir?
Atualmente, uma das profissões mais em alta no mercado ainda é um mistério para a maioria das pessoas....
Short Squeeze: o que é e como funciona?
No início de 2021, o mercado viveu um movimento conhecido por Wall Street Bets (WSB), que traduzido livremente,...
Bolha financeira: tudo o que você precisa saber para fugir de uma
Você já ter ouvido falar sobre bolha financeira, bolha especulativa ou bolha econômica. Mas será que...
Navegue pelo site
Siga nas redes sociais
Cadastre-se na Newsletter

O portal www.aprendaainvestir.com.br é de propriedade BANKRIO FINANCIAL HOLDING LTDA (CNPJ/MF nº 33.935.936/0001-63). Apesar da empresa estar sob o controle comum, os executivos responsáveis tecnicamente são totalmente independentes, sendo que estes na função da execução de suas atividades não exercem nenhuma atividade conflitante. Desta forma, os conteúdos vinculados no site são de caráter exclusivamente informativo, não sofrendo, de qualquer aspecto, influência de decisões comerciais e de negócios de outras sociedades, sendo os mesmos produzidos de acordo com o juízo de valor e as convicções da equipe técnica. Ao preencher algum formulário, você aceita compartilhar os seus dados de contato com as empresas controladas pelo grupo.

© 2021 | Todos os direitos reservados